OS 72 NOMES DE DEUS


Silvia Rêgo: Embaixadora  Planetária, Terapeuta Holística, Ufologa, Astrônoma Técnica e Consultora Espiritual.
Na tradição cabalista, os 72 nomes de Deus são mais do que simples palavras: são verdadeiras fontes de energia, e a pronúncia – ou simples mentalização – de suas letras é capaz de transformar sua realidade.



Lembre-se de escanear os Nomes com os olhos  sempre da direita para a esquerda

A Kabbalah ensina que todo ser humano compartilha o mesmo propósito final na vida, que é receber a completa felicidade e plenitude que Deus deseja para nós. Mas ao mesmo tempo em que é fácil falar, há também a necessidade de um trabalho espiritual verdadeiro, a fim de remover as tendências negativas que nos afastam das dádivas da vida. E ao assumirmos este trabalho, nossas almas necessitam de suporte técnico, assim como um computador ou qualquer outro mecanismo altamente sensível.

Um dos ensinamentos mais importantes da Kabbalah é que não nos encontramos sozinhos nas tarefas da vida. Existem ferramentas poderosas para nos ajudar, incluindo a própria Bíblia. A Kabbalah ensina que a Bíblia nem é um tópico de estudo acadêmico nem um livro de mandamentos e proibições que devam ser entendidos literalmente. A Bíblia é um documento em código, no qual as escoras do universo encontram-se ocultas – inclusive a incrível tecnologia espiritual conhecida como os 72 Nomes de Deus.

O que são realmente os 72 Nomes? De acordo com os ensinamentos cabalísticos, 72 seqüências únicas de letras hebraicas do Capitulo 14 do livro de Êxodus criam uma vibração espiritual que constitui um poderoso antídoto para a energia negativa do ego humano. Esta revelação é um passo adiante crucial no trabalho de milhares de anos dos mestres cabalistas.

Cada geração sucessiva de sábios avançou na tarefa de decodificar a Bíblia – cada um construindo em cima do trabalho daqueles que o antecederam, cada um dando sua própria contribuição à sabedoria cabalística. O propósito e o compromisso do Kabbalah Centre é continuar este trabalho. O estudioso cabalístico Yehuda Berg devotou cinco anos à pesquisa e descoberta dos significados ocultos das seqüências de letras que compreendem os 72 Nomes. Sua revelação foi um marco na história de séculos da Kabbalah.


A chave para se conectar com o poder dos Nomes é encontrada nas passagens bíblicas específicas das quais elas derivam. Conforme descreve a Bíblia, 600.000 israelitas estavam às margens do Mar Vermelho. O Faraó e o exército egípcio os estavam perseguindo. Com o mar à sua frente e seus inimigos atrás, parecia que não havia para onde os israelitas se voltarem. Eles só podiam clamar a Deus pela salvação. E o que o Criador disse em resposta aos seus apelos? Esta é uma das passagens mais cuidadosamente estudadas e debatidas em todo o estudo bíblico. A resposta foi: “Por que vocês estão clamando a mim?”

Mas a quem poderiam os israelitas clamar senão a Deus? Os cabalistas explicam que a passagem é uma mensagem codificada, explicando o segredo da natureza humana e a forma de suplantar os desafios que enfrentamos durante as nossas vidas.

Em seu comentário sobre esta passagem, o Zohar, a fonte da sabedoria cabalística, explica que não havia necessidade da ajuda do Criador – porque naquele momento Moisés revelou os 72 Nomes, e a consciência coletiva do povo estava elevada. Mas nem uma única molécula de água se moveu até que o povo tivesse fisicamente caminhado em direção ao mar com certeza absoluta. Somente quando estavam com as ondas na altura do pescoço – e ainda assim mantendo total certeza de que a água se abriria – o mar se partiu para proporcionar-lhes uma passagem para a liberdade.

Como o Zohar deixa claro, o propósito dos 72 Nomes está oculto na história em que eles são encontrados. Os Nomes constituem uma ferramenta para ajudar a humanidade a assumir o controle sobre o caos, controlando a natureza física. Ao usar os 72 Nomes, os israelitas superaram a negatividade da dúvida baseada no ego e desta forma mudaram a natureza da água, até que ela deixasse de fluir. De acordo com a Kabbalah, a humanidade está destinada a ter o controle sobre a natureza física; o único obstáculo é o nosso ego. Superar o ego em sua raiz permite o controle sobre o mundo físico, e este é o propósito do INSTRUMENTO QUE SÃO OS 72 NOMES.

O Zohar explica ainda que, apesar do que possamos acreditar, nosso ego não constitui realmente quem somos. Mais apropriadamente, os cabalistas descrevem o ego como uma vestimenta, uma cortina que esconde a Luz do nosso eu verdadeiro. Nosso propósito neste mundo é remover a vestimenta que oculta nossa verdadeira essência e potencial.

Você pode fazer um exercício simples, "escaneando" visualmente estas seqüências, sempre da direita para a esquerda, e poderá atrair muita Luz, Paz e Harmonia para sua vida. Também poderá imprimir a tabela dos 72 nomes, plastificar e passar o dedo médio sobre os nomes...sempre da direita para a esquerda.


TECNOHEBRAICO – OS 72 NOMES DE DEUS

De acordo com Rav Ashlag, em artigo publicado pelo amigo Shmuel Lemle, o tempo não é uma grandeza que pode ser medida pelos relógios ou calendários. Diz ele: "O sistema todo é simplesmente um referencial para que saibamos quando acessar diferentes pacotes de energia. A melhor maneira de entendermos isso é pensar no tempo como cestas numa linha de produção ou linha de montagem. Você só consegue lidar com aquela que está a sua frente.

É nosso trabalho, como funcionários da linha de montagem, encher essas cestas de Luz. Infelizmente, quando estamos abraçando aquele nosso caos do passado, estamos tentando preencher cestas que já se foram há muito tempo. E quando vivemos com medo do futuro estamos tentando preencher cestas que ainda não foram criadas. Isto nos deixa apenas com mais cestas vazias e, consequentemente, nos sentindo vazios. A verdadeira lição é que a única coisa que temos agora é o agora. Isso mesmo. A única ferramenta que temos em nossas mãos para tomar controle do futuro e para corrigir o passado é injetar Luz no presente".

Podemos acelerar o nosso processo de plenitude através de várias maneiras, porém, uma das mais eficientes, que atua no DNA de nossas almas é mediante o uso dos 72 Nomes de Deus, que são freqüências poderosíssimas e que a nossa alma identifica imediatamente, independentemente de sabermos ou não o idioma hebraico ou o aramaico (hebraico místico).

Bem, mas isso não vem ao caso, o importante é conhecer os 72 Nomes de Deus (cada qual representa um pólo positivo, um pólo negativo e um fio terra) e usá-los da seguinte forma:

Permaneça alguns minutos em local apropriado meditando e retirando a incerteza de tudo. Tenha Fé no Poder das Letras e acomode-se da forma mais confortável e em ambiente silencioso, pois através dessa ação física você acessará o mundo espiritual.

Códigos de Luz


Os chamados 72 nomes de Deus são, de fato, 72 palavras formadas por 3 letras hebraicas cada, que, de acordo com a cabala, possuem o extraordinário poder de superar as leis da natureza humana e universal. Cada conjunto de 3 letras corresponde a um atributo divino e funciona como um elo que transmite a energia da Luz divina para o nosso mundo físico. Assim, cada seqüência serve para atrair uma energia específica a determinada situação ou necessidade, como “ordem para o caos”, “afeição”, “ouvir sua alma”, “integração” e “influências angelicais”.

Cada um dos nomes de Deus, pela característica de suas formas e pela ressonância de seus sons, atua como antenas parabólicas, que estimulam e liberam a energia invisível da criação. Individualmente, cada letra representa uma energia específica, que regula fontes de sabedoria, saúde, prosperidade ou amor. Cada som gerado pela vibração da pronúncia da letra representa uma força energética diferente. A distinta combinação de letras, por meio de sua cor, luz e som, cria tipos desiguais de energia, da mesma forma que diferentes combinações de notas musicais geram distintos tons e melodias.

A energia dos nomes também é reativa ao ambiente, ou seja, ela percebe as vibrações que estão ao redor e adapta-se a elas. “Faça seu trabalho espiritual sempre meditando nos 72 nomes de Deus, orando conforme manda seu coração, e verá que a Luz se encarregará de enviar para você aquilo que lhe é necessário”, orienta Natan.

Mais que proferir os nomes, fica evidente a necessidade de compreendê-los. “Entender, nesse caso, não é um processo apenas intelectual, mas algo que combina razão com emoção. É a aceitação de algo como parte inseparável de nós mesmos”, conclui Alberto. Em outras palavras, a cabala ensina que todos os tipos de realizações que buscamos estão contidas nessa luz. Basta saber recebê-las. Confira alguns deles ao redor dessas páginas, pratique a contemplação e inspire-se com o poder que deles emana.
*NAMASTÊ*

LISTA DE CURA "ESTRELA SOLAR"

PARA PARTICIPAR DA CURA E ENERGIZAÇÃO À DISTÂNCIA, ESCREVA O SEU NOME COMPLETO, DATA DE NASCIMENTO E A CIDADE ONDE RESIDE E FAÇA O SEU PEDIDO.

VOCÊ PODE PEDIR AJUDA PARA SI, UMA PESSOA AMIGA, UM FAMILIAR, PELA HUMANIDADE OU PELO PLANETA.

LISTA DE CURA E ENERGIZAÇÃO


















Postagens Populares

SIGA ESTE BLOG E FAÇA PARTE DESSA FAMÍLIA DE LUZ.